Fique por dentro das notícias e dicas

Comece 2016 com um planejamento profissional

11/12/2015

 

É uma tradição de muita gente no final de todo ano fazer uma lista de metas para o ano que irá começar. A atitude inclusive virou tema de brincadeiras já que muitos só olham a lista uma vez: ao fazê-la. Outros estabelecem missões impossíveis e o que deveria funcionar como um planejamento, acaba esvaziado de sentido. No entanto, na esfera profissional se inspirar nesta tradição e fazer um planejamento profissional pode ser a chave do sucesso.

 

         O mercado de trabalho caminha lado-a-lado com a economia isso é um fato. Com as perspectivas para 2016 pouco animadoras, o resultado direto são trabalhadores também desanimados. “Nos momentos difíceis é tão ou mais importante ter um planejamento profissional. Ao contrário do que muitos pensam, não é hora de ficar parado vendo o que vai acontecer. É hora de se diferenciar e de estabelecer planos”, diz Francine Amadeu, gerente de RH da Luandre Alphaville.

 

         Mas o que seria um planejamento profissional? Seria uma lista de metas? Não. Um planejamento profissional sempre tem início no autoconhecimento. Antes de estabelecer metas, é importante analisar se sua trajetória atual está coerente com suas aptidões, preferências e satisfação pessoal. A partir disso, avaliar os caminhos para chegar onde gostaria de estar. “Muita gente não está satisfeita, mas quando é perguntada onde gostaria de estar não sabe dizer. É difícil chegar onde não se sabe”, explica Aline Soares, coordenadora de RH da Luandre Rio de Janeiro. Sabrina Silva, gerente de RH da Luandre Santo Amaro, também alerta para movimentações abruptas. “Largar tudo de uma vez são mais exceções do que regras de sucesso”, diz.

 

         A seguir uma série de dicas das três especialistas Francine Amadeu (gerente de RH da Luandre Alphaville), Aline Soares (coordenadora de RH da Luandre Rio de Janeiro) e Sabrina Silva (gerente de RH da Luandre Santo Amaro) de como aproveitar os recessos de final de ano para fazer um planejamento profissional e avançar na carreira:

 

AUTOCONHECIMENTO

         Aproveite os dias de recesso e folga para pensar sobre sua carreira e trajetória profissional. “Gosto de fazer o que eu faço?”, “Estou satisfeito(a) com o que faço”, “O que eu faço é compatível para o que eu busco para minha vida como um todo?”, “Por quê eu gosto deste segmento?”, “Tenho facilidade para lidar com essa atividade?”, “Quais são meus objetivos a curto, médio e longo prazo?”, “Em que tipos de cargos e empresas eu gostaria de trabalhar?” são algumas perguntas para serem feitas a si mesmo com o propósito de se conhecer melhor. “Muitas vezes entramos em um sucessão de ações impensadas que nos distanciam do que realmente queremos, acreditamos e somos mais fortes. É importante lutar contra a inércia da correria do dia-a-dia e pensar de forma bem objetiva nestes questionamentos internos para se poder ter matéria-prima para um bom planejamento profissional”, aconselha Sabrina Silva.

 

INFORMAÇAO

         A partir do que foi elaborado no exercício de autoconhecimento, o profissional deve investir seu tempo em pesquisar sobre o mercado, as profissões, cargos, que tipo de formações estão sendo valorizadas, formas de prestação de serviço, procurar canais públicos de compartilhamento de informações como em redes sociais e sites específicos e se inscrever neles para se manter sempre atualizado. Outra fonte de informação é manter-se conectado com sua rede de contatos composta por pessoas que estão nas empresas que você admira ou deseja trabalhar. “As indicações por meio de networking pessoal têm sido uma grande tendência no mercado nos últimos anos”, revela Aline Soares. “Estar informado vale tanto para quem está empregado como para quem está procurando emprego. Saber as tendências e as aplicar em seu cotidiano irá diferenciá-lo(a), mas além disso poderá iluminar suas ideias para como traçar caminhos para chegar no objetivo que almeja”, complementa Francine Amadeu.

 

TRAÇANDO UM CAMINHO

         Exercício de autoconhecimento e pesquisa realizados, é a vez de você traçar uma rota para seus objetivos. Se o momento macro requer cautela, esta rota deve ser delineada com cuidado e de forma suave. Colocar em questão fatores externos que interferem em questões internas é fundamental. Por exemplo: se você está empregado e o País vive uma recessão, mas você não tem como subir de cargo, talvez não seja a hora de pedir demissão, mas aproveitar para se preparar ao máximo para o momento mais propício. “Um profissional que neste cenário investe em conseguir uma certificação, fazer uma especialização, melhorar um idioma estrangeiro está se fortalecendo e valorizando”, diz Aline Soares.

         Fortalecer sua qualificação, se reciclar de acordo com as tendências do mercado e se candidatar a processos seletivos internos ou externos são alguns dos caminhos a serem considerados em um planejamento de carreira.

 

MAOS A OBRA

         Nada de fazer como nas listas de metas de final de ano. No planejamento de carreira é preciso ter disciplina e ser o seu próprio chefe. Estabeleça alguns prazos para os passos que compõem seu caminho e procure ser fiel a eles. “Executar o planejado é o grande desafio. Por isso nada de metas inatingíveis, nem desconectadas da realidade exterior. Aqui a palavra menos é mais. Melhor estipular algo possível e cumprí-lo do que abandonar o plano”, orienta Francine Amadeu.

         Incorporar soluções tecnológicas no seu trabalho diário aumentando a eficiência da sua entrega e seu tempo para outras atividades no trabalho, montar relatórios periódicos que demonstrem de forma simples, resumida os efeitos de sua atuação, são exemplos de ações que podem ser consideradas como um avanço profissional. “Não é somente jogando tudo para o alto ou apostando tudo o que se tem que se pode dar uma guinada na carreira. Você pode fazer isso de inúmeras formas, empregado ou desempregado, de um jeito mais brusco ou mais comedido”, finaliza Sabrina Silva.

 

Maior rede de agências de emprego do País, a Luandre atua também como uma ampla consultoria a empregados e candidatos oferecendo palestras gratuitas, que vão desde como elaborar um currículo, passando por aprimoramento profissional até economia pessoal. Atualmente a Luandre administra mais de 40 mil contratos de trabalho em três estados.