Fique por dentro das notícias e dicas

Tendências para 2017 na área dos Recursos Humanos

16/06/2017
 

As áreas que possuem relação com capital humano ou com tecnologia são as que, a cada ano, apresentam as mais novas tendências e adaptações. Tratando-se de Recursos Humanos não poderia ser diferente, principalmente se considerarmos a dissociável união das duas categorias – pessoas e TI – quando abordamos a gestão de RH dentro da maioria das organizações.

 

 

Pesquisas em psicologia comportamental atreladas à condição econômica do país e do mercado ocasionam constantes transformações no direcionamento da forma de se gerir funcionários e tratar com clientes. Com o encabeçar de um novo ano, o mercado de trabalho busca as principais tendências em recursos humanos que irão, possivelmente, impulsionar melhorias na rotina empresarial nesse 2017.

 

 

Integração e visualização diferenciada da empresa

 

Primeiramente, é necessário que se passe a enxergar a empresa de uma maneira mais ampla e sinérgica, de modo que cada processo elaborado em determinado setor seja executado com a plena noção das consequências relacionadas nos demais setores por onde irá passar. Ou seja, mesmo a tarefa de gerenciar pessoas, neste momento, deixa de ser especificidade apenas do RH, pois este se torna mais integrado e equilibrado em um contexto empresarial geral.

 

 

Tecnologia vinculada ao gerenciamento de pessoas

 

O RH é hoje fornecedor de ferramentas para que os líderes gerenciem as suas equipes e, enquanto isso, a tecnologia é a principal facilitadora de rotinas, não apenas dentro da empresa, como na vida das pessoas. Desta forma, já era de se esperar que a associação dos Recursos Humanos com a Tecnologia da Informação surgiria com força nas tendências de inovação na área da gestão de pessoas, fato que vem se desenvolvendo e aperfeiçoando no decorrer dos últimos anos. O investimento deve ser feito, principalmente, na modernização dos softwares de RH, no desenvolvimento de testes psicológicos online, nas plataformas de recrutamento e seleção e, ainda, nos sistemas integrados de gestão de talentos e nas mídias sociais internas.

 

 

Flexibilidade e a carreira em W

 

Ademais, levando-se em conta uma fase onde a flexibilidade e a mobilidade estão tão em alta, é esperado que cada vez mais haja a disponibilidade de colaboradores trabalhando em home-office, contratação de free lancers para demandas específicas e, ainda, a valorização da qualidade de vida das equipes fora do horário de trabalho. Este último passa a ser encarado como um benefício direto ao colaborador que, por consequência, tende a oferecer seus serviços com mais apreço e satisfação. A mencionada flexibilidade nos leva, ainda, a uma maior complexidade das organizações e multiplicidade de certos colaboradores, o que veio a exigir uma nova formulação de carreira, mais dinâmica. Estamos falando do surgimento da carreira em W, que difere da carreira em Y utilizada por muitos anos por incluir uma categoria a mais nas possibilidades da carreira do profissional. A carreira em Y define que, ao se atingir determinado nível, o profissional deve decidir entre gerencial ou técnica, o que, algumas vezes, deixou de ser suficiente. Enquanto que a carreira em W, nascida na década de 80, inclui uma terceira categoria: a de gestor de projetos.

 

 

Rotação de funções

 

Importante destacar que, no contexto de visão mais ampla das empresas, muitos colaboradores acabam sendo inseridos a um sistema de rotação de funções dentro da organização. Ou seja, têm a oportunidade de compreender com maior profundidade o funcionamento de cada uma dos setores relacionados, vivenciando rotinas e atividades variadas e, portanto, ampliando seu ponto de vista sobre as diferentes áreas de atuação. Esta tendência é também conhecida como Job Rotation e faz parte das novas práticas que vêm se provando eficientes para a evolução do mercado.

 

 

Atenção às mídias

 

Salienta-se também a atenção exigida às mídias sociais, que já há alguns anos têm participado como ferramenta de significativo valor no contexto de RH. A avaliação e escolha de candidatos, muitas vezes, podem ser facilitadas ou mesmo influenciadas pelo conhecimento das informações por ele dispostas nestas redes. De toda forma, a veracidade de qualquer tipo de dado divulgado precisa ser verificada, de modo que este meio mantenha-se considerado, todavia, apenas como um suporte nos processos de recrutamento e seleção.

 

 

E, finalmente, os gestores de RH devem estar conscientes de que há possibilidade do surgimento de novas necessidades, dentre elas a de criar novos cargos e posições para que se encaixem adequadamente os colaboradores da empresa, de forma que possam oferecer maior consistência e solidez ao serviço oferecido. As categorias profissionais não podem ser estanques em uma era onde estamos em evolução constante e, isto posto, os grandes talentos poderão ser aproveitados da maneira sempre mais efetiva. O mais importante é saber acolher as adaptações às possíveis mudanças para que se possa usufruir de cada uma das vantagens competitivas que todas elas irão trazer às organizações.

 

 

 

Top of Mind RH 2017 - Empresário de Destaque Fornecedores de RH

 

 

A Luandre conta com a participação no Top of Mind RH 2017 através da indicação do diretor Fernando S B Medina para a categoria Empresário de Destaque Fornecedores de RH.

 

 

Fernando possui 12 anos de experiência de atuação na área de Recursos Humanos, iniciando sua carreira com a passagem por duas multinacionais antes do ingresso na Luandre, onde percorreu todas as áreas antes de assumir, finalmente, a Diretoria de Operações da empresa.

 

 

Com formação em Administração de Empresas e Marketing pela ESPM e pós graduação em Gestão de Pessoas pela FIA, foi sob seu comando que foi possível reinventar o quadro em que a empresa se encontrava, que passou, hoje em dia, a atingir um índice de satisfação superior a 90% junto aos seus clientes. Paralelo a isso, atuou garantindo que a empresa conseguisse um resultado de crescimento mesmo diante da maior crise do país, solidificando sua importância nos resultados da gestão das nossas equipes.

 

 

Para participar da votação, basta efetuar o cadastramento para ser parte do colégio eleitoral de profissionais de RH cadastrados e avaliados pela Fênix Editora responsável pelo Top of Mind, através do link:

 

http://topofmindderh.com.br/site2017/luz-camera-contato

 

 

Importante lembrar que o prazo final para esta fase é no dia 24 de março. Não perca a oportunidade de fazer parte de mais esta grande conquista da Luandre, seja nosso convidado e apoie esta vitória.

 



  


 

 

 

 

Digite seu e-mail que entraremos em contato


Saiba mais sobre os serviços

Cadastre seu curriculo
Pesquisa por vagas de emprego

Aceite as politicas de privacidade Selecione o seu interesse