Fique por dentro das notícias e dicas

Under promise e Over deliver: Quando o RH deve se comprometer no esforço de superar a entrega

16/04/2018
  
 

Você conheçe os conceitos Under promise e Over deliver?

 

Bastante disseminados na área de Marketing, os conceitos de Under promise e Over deliver representam a importância de se prometer menos ao cliente e procurar entregar mais do que ele espera - pagou para ter - na trajetória do sucesso da empresa.

 

As empresas aprenderam que podem e devem ir além e, assim, causar encantamento e experiência positiva ao consumidor, que acaba por sempre retornar.

 

reforma trabalhista

 

A validade da noção de Under promise e Over deliver é simples de ser comprovada. Qualquer um já sentiu o tamanho da frustração gerada quando pessoas ou empresas prometem coisas específicas e simplesmente não conseguem cumprir.

 

Este desapontamento nada mais é do que o resultado da expectativa criada quando alguém nos garante que algo acontecerá e, por fim, não ocorre. E daí a importância de diminuir as promessas; ao invés de provocar a espera de algo imenso, assegurar menos para, então, surpreender com mais.

 

Estes termos quando colocados em prática, acabam por se tornar elementos potencializadores da credibilidade de quem está vendendo algo ou prestando um serviço e, assim sendo, por que não aplicá-los também na área de RH?

 

Compreendendo a viabilidade desta conexão, observemos as 3 áreas específicas nas quais o RH deve se esforçar e superar a entrega:

 

1. Benefícios

O estabelecimento de um novo programa de benefícios oferecido por uma empresa pode ser bastante bom, do tipo que deixa os colaboradores felizes por serem parte daquele contexto.

 

Porém, se antes da divulgação deste programa estes mesmo colaboradores forem informados de que um ótimo plano está por vir, há grandes probabilidades de que eles terminem desapontados após conhecerem de fato as novidades que a empresa está propondo.

 

Estes benefícios oferecidos podem ser impactantes positivamente à maioria dos funcionários ou não, mas quando não são criadas expectativas exorbitantes ou qualquer tipo de expectativa, é muito maior a chance de que todos eles se sintam agradados.

 

2. Recrutamento

Neste ponto fica um pouco mais óbvio onde podemos faltar no que se refere a under promise e over deliver. Na tentativa de garantir a contratação de um profissional de destaque, é comum em praticamente todas as áreas recrutadores prometendo uma porção de coisas aos candidatos.

 

Isto inclui inflar os benefícios e regalias, superestimar a qualidade das condições de trabalho, bem como exagerar nas oportunidades de promoção. O próprio fato de focar as negociações pré contratação em processos não relacionados ao trabalho já é uma forma simples de prometer além do que se tem a oferecer de fato ao futuro funcionário.

 

O que ocorre, por exemplo, é que o RH vende a realidade como salas de jogos ou compartilhamento com colegas e, muitas vezes, o trabalho em si não agrada e faz da pessoa infeliz enquanto realizando suas funções principais. O resultado acaba sendo o desapontamento inevitável.

 

3. Reconhecimento

Sempre que uma gratificação é prometida a um empregado, é imprescindível que ele de fato a receba quando atingidas as metas definidas. Parece óbvio, mas nem sempre é o que ocorre.

 

Há que se atentar pois além de promessas explícitas, há recompensas que não foram prometidas, mas que são sabidamente esperadas pelos funcionários. A exemplo de um bônus que foi distribuído no encerramento do ano anterior, que com certeza estará sendo esperado também ao final deste ano.

 

Não apenas os antigos, mas também os colaboradores novos estarão cientes e esperando por este bônus que outrora foi conquistado pelos demais.

 

Por outro lado, quando se oferece reconhecimento por um trabalho bem feito, a credibilidade da companhia cresce, os colaboradores se sentem valorizados e seguem executando suas tarefas com primor. À vista disso, no fator reconhecimento também precisa haver esforço no gerenciamento das expectativas.


A motivação exige atenção e o Recursos Humanos tem o importante papel de administrá-la, uma vez que cada pessoa é estimulada à sua maneira ímpar. Enquanto alguns colaboradores precisam de validação constante, outros podem preferir trabalhar fora do radar e receber um elogio coletivo ocasional de vez em quando.

 

Assim como os clientes no ramo das vendas e do Marketing, funcionários também, quando satisfeitos, se tornam fiéis. As organizações devem gerenciar as expectativas dos colaboradores para que consigam superá-las, causando neles a sensação de recompensa pelo trabalho dedicado. Compreendendo, portanto, o under promise e o over deliver, se assimila a teoria da expectativa e do seu impacto sobre as motivações.

 

A partir daí, o RH pode lutar proativamente para manter os funcionários felizes, satisfeitos e trabalhando duro.

 

 

 

São 48 anos de experiência em RH, atuando no setor para 200 das 500 maiores empresas do Brasil. Conheça um pouco mais sobre a Luandre

 


Compartilhe:

 

 

 

 

Digite seu e-mail que entraremos em contato


Saiba mais sobre os serviços

Cadastre seu curriculo
Pesquisa por vagas de emprego

Aceite as politicas de privacidade Selecione o seu interesse