Como trabalhar com a inclusão social corporativa e fazer um processo seletivo para vagas PcD.

É preciso tornar as Pessoas com Deficiência (PcD) participantes ativas da vida social, econômica e política da sociedade. Trata-se de cidadãos que podem gozar de seus direitos e cumprir seus deveres como os demais, cumprindo assim a inclusão social. E realizar um processo seletivo de vagas PcD tem suas peculiaridades.

 

Somente a lei não garante uma inclusão eficiente, nesse sentido, para que seja possível mudar o paradigma atual e sustentar os movimentos inclusivos, é imprescindível disponibilizar vagas PcD nas organizações independente do que cita a legislação. Desta forma, o deficiente terá mais condições de viver com autonomia.

 

 

Durante uma entrevista é importante perguntar as limitações dos candidatos para que as atividades profissionais fluam bem. E também observar o estado emocional em relação à deficiência. Após uma contratação é importante fazer o acompanhamento do funcionário PcD e identificar dificuldades, ações corretivas e melhorar o desempenho. Isto é válido para todo funcionário e evita o turn over.

 

Sempre reconheça os pontos positivo, pontue o que precisa ser melhorado e transmita o que será esperado dele em sua rotina de tarefas. Na convivência com pessoas com deficiência, o respeito às diferenças é essencial. E principalmente, acreditar em seus potenciais. Considerar também as limitações e enxergar e destacar suas habilidades. Vamos proporcionar ao máximo a autonomia dessas pessoas!

 

Veja as vagas disponíveis para PcD

 

O processo seletivo deve avaliar competências e necessidades dos candidatos, identificadas nas avaliações e testes psicológicos e são necessários laudos médicos que comprovem a inclusão do indivíduo na “Lei de Cotas”.

 

A Luandre investe na capacitação profissional de seu quadro de funcionários para a realização de processos seletivos focados em PCD e para auxiliar nossos clientes nesses projetos.

 

Além de avaliarmos a necessidade do cliente e definição de projetos de Recrutamento & Seleção de pessoas com deficiência, utilizamos métodos psicológicos específicos para avaliação dos profissionais, identificando as competências desejadas focadas na adaptação dos candidatos contratados.

 

Veja o que é Avaliação Psicológica.

 

A psicologia tem sido cada vez mais requisitada no ambiente corporativo, como, por exemplo, para a contratação da avaliação psicológica para avaliar perfis, tanto técnicos quanto gerenciais, relacionamento interpessoal, comportamento, criatividade, além de diagnóstico do potencial dos profissionais.

 

Esse tipo de análise pode significar uma grande diferença – tanto no clima organizacional, quanto para a vida dos funcionários.

 

Margareth é o exemplo de mulher e profissional guerreira, batalhadora que encontrou nas diferenças a melhor forma de atuar em sua profissão, ajudando o próximo e valorizando qualquer sofrimento.

 

Ainda não conhece a Margareth? Clique aqui e se emocione

 

E foi assim que a personagem da webserie Amor pelo que faz, Margareth, se tornou uma profissional bem sucedida, com uma carreira consolidada.  Nossa personagem tem uma luz que ilumina a vida de todos a sua volta.