Tão importante quanto um histórico cheio de experiências relevantes, é o candidato saber o que dizer e o que não dizer em uma entrevista de emprego.

Por isso, preparamos três dicas para que você não cometa esse erro em sua próxima entrevista! Veja quais são:

“Ta ligado, no meu último emprego…”

O uso de gírias pode passar a impressão de dificuldade para se comunicar. Uma dica para não cometer esse erro é treinar falando sobre suas experiências em frente ao espelho ou para um amigo, observe se está sendo informal demais. Essa dica vale também para entrevistas por vídeo chamada que devem manter a mesma formalidade de uma entrevista presencial.

“Fui demitido por que meu chefe não gostava de mim”

Falar mal do emprego anterior pode demonstrar que você não se relaciona bem com as pessoas. No caso de uma demissão em que que você se sinta injustiçado e é questionado sobre o motivo pelo qual saiu da empresa, mantenha a discrição e conte a verdade de maneira sutil. Dizer que não estava alinhado ao antigo gestor é diferente de falar que o chefe era um carrasco, por exemplo.

“Meu defeito é ser perfeccionista”

Esse clichê passa a impressão de que a pessoa não tem nenhum ponto a melhorar, como se fosse um candidato perfeito. Parecer prepotente é um ponto negativo. Não é necessário dizer que você é melhor que os outros, se realmente for, pela descrição de projetos realizados e resultados alcançados a informação ficará clara para todos.

Dentre todas, a dica mais importante é sempre ser honesto e levar ao recrutador o melhor de você, melhorando as chances de se destacar positivamente durante um processo seletivo.

Para mais dicas, informações e oportunidades, fique ligado em nosso blog e em nossas redes sociais:

👍https://www.facebook.com/luandrerh
👍https://www.instagram.com/luandrerh
👍https://www.linkedin.com/company/luandrerh